Vá lá!...

.

JÁ FORAM ENCONTRADAS 5 DAS 170 OBRAS DA COLECÇÃO DA SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA QUE ESTAVAM EM PARADEIRO DESCONHECIDO.

Trata-se de 5 instalações, nomeadamente, uma do famoso Zoran Zeblisky, "Limpeza Vermelha", comprada por 150.000 €, na Bienal de Veneza, que estava num arrumo do Palácio da Ajuda, onde a empregada de limpeza a colocou, por engano. As outras quatro são também instalações, e foram encontradas num canto de uma garagem do Palácio de Belém, como a conhecida "Sanita Fôfa" do checo ivan Panazka, a "Homenagem a Lance Amstrong" do francês Donemoi Pilin. As outras duas são a "Saudade do Emigrante", representando uma mala de cartão, da autoria de Cabrita Reis, e o excepcional garrafão, alusão ao espírito português, denominada "Dá-me os Torresmos", de Julião Sarmento. Já só falta encontrar 165.

Pedro Dias