Facto real

 rio-por-do-sol.jpeg

Ora bem hoje vou publicar aqui um texto que escrevi já há alguns anos, penso que uns sete talvez… Tem estado guardado e só foi ouvido por muito poucas pessoas (felizmente uma delas foi a minha Mãe pouco tempo antes da sua partida)

Relata um facto real da minha vida...

 

" Um dia, estava eu no meu quarto na querida e velhinha casa dos Arcos do Jardim em Coimbra . Estava toda entusiasmada a ver uma revista daquelas de testes...Os resultados eram engraçados na sua maioria.A revista tinha-me sido emprestada... Comecei a fazê-los um a um...

Alguns que me interessavam mais copiava-os para um cadernito comprado para esse fim...

Teria na altura 17 anos , mais não de certeza...Andava no liceu...

Entretanto surge um teste sobre o dia e mês do meu nascimento...

Sabia todas as respostas, o mês, o ano , a hora...mas havia uma coisa que eu não sabia mesmo...

A pergunta era mais ou menos esta:

- Estava sol, chuva, vento no dia do teu nascimento?

Essa é de mais , pensei eu... Não há registos disso...

Estava sozinha em casa...Mais tarde a minha Mãe chegou vinda das compras na Baixa...

Fui logo ter com ela , mas entusiasmada a ver o que ela trazia, esqueci-me do que ia perguntar...

À noitinha ouvi-a na cozinha de volta do jantar...Fui ter com ela e disse-lhe que tinha uma pergunta muito importante a fazer...

Olhou para mim e disse:

- O que é que vem aí? O que é que é tão importante assim?

- Estou a fazer aqueles testes da revista mas há uma coisa que não sei...No dia em que eu nasci, estava sol ou estava a chover?

Ela parou de descascar as batatas ( parece que a estou a ver, encostada `a banca da cozinha com uma bata azul com flores).

Poisou a faca e a batata que tinha na mão...Olhou para mim um tempinho ( minutos, segundos? Não sei...)e disse:

- Estava sol...

-Viu o sol nesse dia?

-Não, não vi...

- Então disseram-lhe?

-Não ninguém me falou disso...

- Então como sabe que estava sol?

Continuou a olhar para mim e a resposta que me deu só a percebi verdadeiramente anos mais tarde...

-Estava sol porque tu nasceste...

O meu Pai que ia nesse momento a entrar com aquele sorriso inconfundível... acenou com a cabeça num gesto afirmativo...E abraçou-me com muito carinho...

Percebi anos mais tarde a resposta da minha Mãe...Percebi-a no dia em que tive o meu filho...

Nesse dia também esteve sol...

Maria de Fátima Saraiva