Pela Alta, me quedei!

Rua-do-Borralho.jpg

Tinha de alugar quarto, para estudar,
mas, ao percorrer as ruas da cidade,
foi custoso um, à primeira, encontrar,
que, cada senhoria, nova dificuldade.

Arranjou, na rua do Borralho,onde ficar,
acaso que lhe proporcionou felicidade,
com jovem hospedada linda de encantar,
com quem iniciou discreta cumplicidade.

A senhoria via nesta relação muita malícia,
não se mostrando com ela, nada propícia.
os dois faziam directas,secretas, a estudar!

Mostravam relação, aparentemente, fictícia,
a dar tempo à senhoria deixar de ser polícia.
na Páscoa, por Amor, na Alta tive de  mudar.

Edgard Panão
( Poesia Arcaica)

Fotografia da Rua do Borralho - Retirada da net