Desenhar Cartazes pela Baixa de Coimbra na Semana Cultural

“Utilizar técnicas de criatividade computacional para gerar artefactos de design gráficos, maioritariamente posters”. Este foi o desafio que Sérgio Rebelo se propôs desenvolver. No âmbito do doutoramento, o investigador, juntamente com outros colegas do Centro de Informática e Sistemas da Universidade de Coimbra, criaram “um sistema itinerante que vai aprendendo a desenhar para esses sítios”. Surgiu assim a iniciativa “Desenhar Cartazes com/para o Caminho”.

Durante quatro semanas, uma semana em cada local, há um aparelho que vai recolhendo informações sobre os locais e sobre quem passa, “sem retirar dados sobre as pessoas”, mas vai “aprendendo sobre cada sítio e criando cartazes específicos sobre onde está”, explica Sérgio Rebelo.

Ainda sem saber bem qual o resultado final que vai obter, o investigador espera conseguir “ver as dinâmicas de cada sítio”.

Desenhar-Cartazes-SCUC-MC2019.jpg

Em cada semana, o compositor digital de cartazes vai percorrer alguns locais da baixa. Rua dos Esteireiros, Praça do Comércio, Largo do Poço. E porquê estes locais?

“Quando pensamos em Coimbra, pensamos na Alta e nos estudantes. Mas este é um projeto para quem vive cá. E a Baixa é um núcleo da cidade para quem cá vive”, conta Sérgio Rebelo. “É interessante por todos os problemas e mais-valias que tem, e porque há diferentes micro espaços”, continua o investigador.

Nas várias ruas, os dinamizadores da iniciativa acreditam encontrar diferentes movimentos. Para Sérgio Rebelo, foi “interessante tentar achar sítios com pessoas a mover-se de maneiras diferentes, a velocidades diferentes”. E, para além disso, quiseram “criar um percurso alternativo pela Baixa”.

O primeiro local é o Estúdio e Laboratório de Fotografia Diorama, na Rua dos Esteireiros, 16. Arlindo de Almeida Santos revela que se associa “a todas as iniciativas que nos conduzam às novas tecnologias”. Quanto à Semana Cultural, “tudo o que possa ter interesse, lá estou também”, acrescenta o profissional de fotografia. Quanto ao projeto Desenhar Cartazes, acredita ser “muito interessante” já que, para Arlindo de Almeida Santos, “tudo o que é inovação faz parte do Homem”.

Promovido pelo Computational Design and Visualization Laboratory (CMS/CISUC), pode saber mais sobre o projeto Desenhar Cartazes Com/Para o Caminho aqui.

 

Conheça toda a programação da 21.ª Semana Cultural da Universidade de Coimbra aqui.

 

Marta Costa e Karine Paniza