CANDEEIRO ACADÉMICO

Candeeiro.jpg

 «(…) o candieiro.
Este último era o classico candieiro de metal amarello, com tres bicos, que
todos ainda conhecemos, mas que os nossos netos talvez só chegarão a ver num
muzeu ethnologico(…)»
António Borges de Figueiredo; 1888:197

 

«em modesto quarto académico á luz bruxoleante e frouxa do tradicional
candieiro de tres bicos.»
Augusto Maria Fuschini; 1896:78

João Baeta